1ª João 4 - Caracteristicas do amor - II

Uma terceira característica do amor é que ele nos impede de nos desviarmos de Deus, v.16. João claramente afirma que se amarmos, permanecemos em Deus e Ele em nós, assim sendo, nada devia ser alvo de maior vigilância na nossa vida, do que o amor. Eu posso ler a Bíblia, estar presente nas reuniões e desviar-me de Deus, posso colocar os dons de Deus em prática e desenvolver um ministério impressionante, e no meu orgulho desviar-me Dele, mas não posso amar e afastar-me Dele, porque o verdadeiro amor vem Dele e dá-lhe sempre o primeiro lugar. Amar segundo Deus, não é fazer o que eu quero, mas deixar que Ele se use de nós para expressar o que sente aos que nos rodeiam e isso implica dar ao Pai Deus o primeiro lugar.

Outra característica do amor é que nos leva a perder o medo e a fortalecer a fé, v.18. O medo é o resultado da insegurança que temos e a insegurança fruto da falta de apoio que sentimos. Se subirmos a um escadote muito alto e de repente sentirmos que aquilo que o apoiava está a ceder, é natural sentirmos medo. O medo resulta da insegurança que a falta de apoio produz. Se conseguirmos ver que o Seu amor nos rodeia, protege e que por causa do muito que Ele nos ama, o Pai Deus está disposto a intervir milagrosamente na nossa vida, então vamos sentir-nos apoiados por algo infalível, deixamos de estar inseguros e de sentir medo. Quando conhecemos o seu amor e entendemos que Ele nos ama perfeitamente, não só perdemos o medo, como também a razão da nossa incredulidade, por isso a nossa fé é forte, porque não há motivo para duvidar de quem possui por nós um amor perfeito.

A quinta característica do amor é o seu lado prático, v.20-21. O amor segundo Deus não é um sentimento que inspira poetas, mas uma decisão que muda vidas. Eu não posso dizer que amo Deus e prova-lo escrevendo esta meditação, mas posso dizer que amo Deus e prova-lo fazendo algo pelo próximo. O Seu amor é muito prático, tem que ser demonstrado através do nosso estilo de vida, da forma como lidamos com as pessoas que nos rodeiam. Não há por isso forma de sermos eremitas por amor a Deus, porque o isolamento das pessoas e o amor não condizem um com o outro. O motivo porque muitas vezes nos isolamos, é pelo receio que as pessoas evidenciem os nossos defeitos, e a isso a Bíblia chama de orgulho. O amor aproxima-nos das pessoas, porque tendo elas necessidades, o amor sempre procura encontrar uma forma de ajudar.

Não foi assim de Deus agiu para connosco?

Fonte: http://kecifnentchuluf.blogspot.com/2008/05/1-joo-4-caracteristicas-do-amor-ii.html

1ª João 4 - Características do amor

Sempre que leio este capítulo, chama-me a atenção o que João diz que o amor faz e revela na nossa vida.


Uma destas características, é que a existência do amor é a evidência de conhecermos Deus, v.8. A certeza de conhecermos Deus não é capacidade de fazermos algo, mesmo que muito apreciado pelos irmãos, não é a experiência de vida no trabalho da igreja, não é o conhecimento adquirido em escolas, mesmo que com os melhores mestres da Bíblia, mas é manter a capacidade de interromper um jantar com pessoas importantes, para atender a uma prostituta, é continuarmos a sermos capazes de lavar os pés àqueles que ensinámos, depois de nos considerarem mestres e viver com a determinação capaz de nos levar a fugir para o cimo de uma montanha, quando querem fazer de nós reis, porque tal cargo nos afastaria do plano do Pai e daqueles a quem Ele nos mandou que cuidássemos.utra característica do amor é a capacidade que tem de manifestar a presença de Deus, v.12. Vivemos num mundo onde enfrentamos a oposição do maligno, por isso sentimos necessidade de orar. Sabemos que a vida em comunhão com Deus manifesta a Sua presença, mas aqui João diz que a Sua presença se manifesta onde se ama. Não necessitamos só de orar e esperar ver a manifestação da Sua presença, necessitamos amar-nos e amar os que sofrem, para que Sua presença se manifeste através das nossas vidas. Deus manifesta-se numa vida de comunhão, no louvor dos que o amam, mas muito mais nas expressões práticas de amor dos seus filhos. A razão porque vimos tão pouco da manifestação de Deus é porque limitamos a Sua manifestação aos momentos de louvor e de oração, quando Ele deseja manifestar-se de uma forma muito mais poderosa, através das nossas expressões de amor para com o nosso próximo.

Fonte: http://kecifnentchuluf.blogspot.com/2008/05/joo-4-caracteristica-do-amor.html

1ª João 4 - Identificar Jesus na vida de alguém

João fala do reconhecimento de duas verdades, determinante para identificar Jesus na vida de uma pessoa. O reconhecimento destas duas verdades não é só um reconhecimento intelectual, mas uma verdade interiorizada e crida, que determina o nosso comportamento.

A primeira verdade determinante para identificar Jesus na vida de alguém, é que Jesus Cristo se tornou homem de verdade. Todos os cristãos e muitos não cristãos, acreditam nesta verdade, mas fazer dela uma verdade que conduz as suas vidas são poucos os que o fazem. Para Jesus se tornar homem, Ele começou por amar imensamente aqueles que o não amavam, que agiam como seus inimigos, rejeitou os mais impressionantes privilégios para chegar perto daqueles que amou, foi humilhado e humilhou-se, aceitou os trabalhos mais humildes e sacrificou-se a si mesmo, com o objectivo de alcançar e ajudar os que eram alvo do Seu amor. Crer nesta verdade, implica imitar o processo que desenvolveu esta verdade, estando dispostos a ser os últimos, para levantar e promover outros a chegarem a primeiros.

A segunda verdade determinante para identificar jesus na vida de alguém, é que Jesus é o Filho de Deus. Como Filho de Deus ele é o Senhor da nossa vida, Ele detém todos os direitos de decisão sobre cada área da nossa vida. Como Filho de Deus Ele venceu todo o poder do inimigo e está sentado numa posição de autoridade. Crer nesta verdade, implica reconhecer Jesus como Senhor da nossa vida, abandonar todo o comodismo e levantarmo-nos dispostos a vencer, não aceitar a mornidão e apatia em que muitos estão, mas viver determinado a fazer a diferença, na família, na sociedade e na Igreja, é ser uma activista de Deus determinado a desfazer as obras do diabo.

As verdades que identificam Jesus na vida de alguém completam-se e são verdades que necessitam de ser vividas, isto, se dizemos ser Seus amigos.

Fonte: http://kecifnentchuluf.blogspot.com/2008/05/1-joo-4-identificar-jesus-na-vida-de.html

Como desenvolver o interesse de seu filho Em Leitura

Por: Sadie Chenton


A leitura é a habilidade mais importante de uma criança nunca vai aprender. Ao desenvolver um interesse pela leitura e, assim, desenvolver o desejo de aprender a ler, você estará dando a seu filho o dom de todo o conhecimento. Uma criança que gosta de ler e lê bem pode aprender qualquer coisa!

O interesse pela leitura é desenvolvido em uma idade jovem. Fazer o tempo para ler as lojas de deitar. Verifique a hora em outro momento do dia, se possível, para se sentar e ler para seu filho. Simples, fácil de compreender livros infantis com imagens coloridas da melhor forma para os mais jovens.

Não apenas você pode apontar para as palavras que você está lendo enquanto você lê, mas você pode ajudar a criança a aprender o reconhecimento de objetos e cores, interagindo durante a leitura do livro. Aponte para a imagem de um pato e dizer ao filho: "Este é um pato. O pato é amarelo". Após algumas vezes de fazer isso, apontar para o pato e perguntar à criança o que é e do que cor é o animal. Cada breve, depois de apreender as competências linguísticas, a criança não vai esperar por perguntas, mas dizer-lhe "que o pato é amarelo!"

Escolha livros que ensinam uma lição sobre a vida. Livros que ensinam as crianças a interagir com outras crianças sem lutar, livros que ensinam sobre a doação ou a partilha, são boas seleções. Livros que ensinam sobre as responsabilidades - como atravessar a rua, para nunca mais entrar em um carro estranho, nunca roubar, e assim uma - são escolhas igualmente grande.

Clássicos infantis são excelentes escolhas e pode muito bem tornar-se herança de família que a criança vai ler para seus filhos anos abaixo da estrada. Você logo desenvolver uma criança que não posso esperar para aprender a ler.

Eu gostaria de compartilhar um pequeno antídoto pessoal com você. Fui criado como uma criança que foi ensinado um interesse na leitura. Quando a mãe cozinhava, às vezes ela saiu um livro e ele disse-lhe o que fazer para fazer uma boa comida. Quando meu pai queria saber quando a Parada de Natal ou outro evento iria ocorrer, ele lê o jornal. Eu tinha percebido que você pode aprender tudo o que precisava saber se você pudesse ler. Mãe me ensinou a ler algumas palavras, e eu poderia passar por alguns dos meus livros favoritos de memória, mas eu não poderia pegar um grande livro e lê-lo.

Eu fui à escola no meu primeiro dia de 1 grau e veio para casa chorando meus olhos, dizendo-Mãe, eu não ia voltar para a escola ruim. Depois de muito questionamento e preocupação por parte da mamãe, ela finalmente arrastado para fora de mim que eu considerava a escola ruim, porque eu não tinha aprendido a ler no primeiro dia! Ela teve que explicar-me que até o final do ano letivo, eu seria capaz de ler.

Esta pequena história é a ênfase que pretende aumentar o tipo de criança que realmente não posso esperar para aprender a ler. Uma vida inteira de leitura, oferece não só conhecimento, mas diversão, relaxamento e trabalho de verdade.

Fonte: http://www.gllob.com/index.php?option=com_a3000&task=showarticle&id=21423&ryfz3uo10y0tnmgt0f5.html

AONDE ESTÁ SUA ALEGRIA, IRMÃO? AONDE ESTÁ A MINHA ALEGRIA?



A onde esta minha alegria?(3x)

Será que ela está nas mão de alguém,Será que pra encotrar e terei que ir além ir, mergulhar em rios mais profundos.

A onde está minha alegria?(3x)

Será que ela está no que si tem,será pra encontrá-la tenho que vencer alguém, ou pode estar nos trilhos desse mundo
Como é amargo esse desespero,será que alegria é uma agulha em um palheiro
Quem sabe é uma corda pra subir ou é soltar a corda e cair, nas mão de Deus...

A onde está minha Alegria?
A onde está minha alegria?

O reino do meu Deus está em mim eu não quero e nem vou mais viver assim desta dor e dar agonia.
Como é armargo esse desespero será que alegria é como agulha no palheiro.
Quem sabe é uma corda pra subir ou soltar a corda e cair.

A onde esta minha alegria(3x)

Monte seu Próprio Presépio de Natal









História do Natal: origem e curiosidades



Celebrações durante o inverno já eram comuns muito antes do Natal ser celebrado no dia 25 de Dezembro. Antes do nascimento de Jesus, a história do Natal tem início com os europeus, que já celebravam a luz e da chegada dos dias mais longos ao fim do inverno. Tratava-se de uma comemoração pagã do "Retorno do Sol".

Na verdade, não houve início da história do Natal, esta era uma festividade sem data fixa celebrada em dias diversos em cada parte do mundo. No século 4 AC, o então Papa Julius I muda para sempre a história do Natal escolhendo o dia 25 de Dezembro como data fixa para uma Celebração das festividades. A idéia era Substituir os rituais Pagãos aconteciam que no Solstício de Inverno por uma festa cristã.

No ano de 1752, quando os cristãos abandonaram o calendário Juliano para adotar o Gregoriano, uma Celebração da data do Natal foi adiantada em 11 dias para compensar esta mudança sem calendário. Alguns setores da Igreja Católica, os chamados "calendaristas", ainda festejam o Natal em sua data original, antes da mudança do calendário cristão, no dia 7 de Janeiro.

A História do Natal ao redor do mundo: algumas curiosidades


A história do natal é controversa desde o início. Muitas das celebrações que deram origem ao feriado cristão eram práticas Pagãs e, por isso, eram vistas com maus olhos pela Igreja Católica. Hoje, as tradições de natal diferem de acordo com os costumes de cada país.


O final do mês de Dezembro era a época perfeita para celebrações na maior parte da Europa. Neste período do ano muitos do animais criados nas fazendas eram mortos para poupar gastos com alimentação durante o inverno. Para muitas pessoas era esta a única época do ano em que Poderiam dispôr de carne fresca para sua alimentação. Além disso, a cerveja eo vinho Produzidos Durante o ano Estavam fermentados e prontos para o consumo No final do inverno.

Muito antes do cristianismo, os suíços já celebravam o "midvinterblot" ao final do inverno. A comemoração acontecia em locais específicos para a Realização de cultos, com Sacrifícios humanos e animais. Por volta de 1200 AC, uma grande mudança na história do natal na Suíça, que passa a homenagear seus deuses locais nesta data.

Fonte: http://www.presentedenatal.com.br/historia_natal.htm

Arroz colorido

Prato: acompanhamento                                   Preparo: 25 min

Regime: sem restrições                                     Cozimento: 25 min

Dificuldade: pouca                                            Porções: 6

Custo: médio                                                    Calorias: 241 Kcal/porção

Ingredientes:

2 colheres (sopa) de óleo
½ xícara (chá) de cenoura em cubos pequenos
2 ovos
½ xícara (chá) de vagem em cubos
½ xícara (chã) de presunto em cubos pequenos
1 ½ xícara (chá) de arroz
2 tabletes de caldo de legumes
3 colheres (sopa) de cebolinha verde processada

Preparo:

Em uma caçarola, aqueça o óleo e refogue a cenoura. Junte os ovos, mexendo delicadamente até fritá-los. Acrescente a vagem, o presunto, o arroz e refogue mais um pouco.

Ferva em uma chaleira 3 xícaras (chá) de água. Acrescente ao arroz juntamente com o caldo e mexa até que ele dissolva completamente. Abaixe o fogo e deixe cozinhar com a caçarola parcialmente tampada por cerca de 20 minutos ou até secar a água.

Retire do fogo, tampe a caçarola e deixe por mais 5 minutos aproximadamente. Misture a cebolinha e sirva em seguida

Fonte: http://www.rochedo.com.br/novidades/2007/receitas.asp?recipeId=2396

Panetone salgado

Chef Julio Cruz -- chefjuliocruz@yahoo.com.br

Esponja da Massa:

• 1 potinho iogurte natural temperatura ambiente em
• 60g de fermento biológico fresco (4 tabletinhos)
• 1 xícara (chá) de farinha de trigo

Massa:

• 1 lata de cerveja
• 1 xícara (chá) de água morna
• ½ xícara (chá) de azeite
• 4 gemas
• 2 colheres (sopa) de açúcar
• 1 envelope de caldo de legumes em pó
• 2 colheres (sopa) de ervas frescas picadinhas (alecrim e tomilho)
• ½ kg de farinha de trigo

Recheio:

• 2 xícaras (chá) de linguiça defumada fatiada fininha
• 2 xícaras (chá) de queijo provolone em cubos
• 1 xícara (chá) de azeitonas pretas sem caroço

Modo de preparo:

Para o recheio: coloque todos os ingredientes em uma vasilha, misture e reserve.

Para a esponja: Coloque todos os ingredientes em outra vasilha e misture bem até que fique homogêneo. Polvilhe farinha, Cubra com filme plástico ou pano e deixe fermentar por 30 minutos em local aquecido.

Para a massa: Acrescente os ingredientes da massa com exceção da farinha e misture bem. Coloque a farinha aos poucos e vá sovando a massa até que fique lisa e homogênea. Então a massa, espalhe o recheio reservado, misture com as mãos de tal modo que o recheio fique absorvido pela massa. Corte em 3 pedaços, cada pedaço boleie INÉDITAS e Uma cartucho de panetone. Reserve em local aquecido até que a massa cresça acima da borda do cartucho dois dedos. Faça em um corte? X? Com uma tesoura em cima da massa, coloque uma colher de manteiga e leve ao forno médio (250 º C) por aproximadamente 40 minutos ou até que os panetones estejam bem dourados.

Rendimento: 3 panetones de 500g

Fonte: http://www.band.com.br/entretenimento/gastronomia/conteudo.asp?ID=234122

Arroz com Maçã e Passas


Ingredientes:

2 xícaras (chá) de arroz lavado e escorrido
2 colheres (sopa) de óleo
1 maçã picada em cubinhos
meia xícara (chá) de uva passa branca
1 colher (sopa) de manteiga
2 tabletes de Caldo de Galinha

Modo de Preparo:

Aqueça o óleo e doure a cebola. Junte o arroz e deixe refogar muito bem. Tempere com o caldo, junte quatro xícaras (chá) de água e deixe ferver. Diminua o fogo parcialmente, uma Tampe a panela e cozinhe por cerca de 15 minutos ou até que a água seque. À parte, aqueça uma ligeiramente e passe manteiga e uma maçã como passas. Misture o arroz já pronto e sirva imediatamente.

Dica

Congelamento: Coloque o arroz já pronto em um recipiente Adequado, Tampe, etiquete e leve ao freezer por 3 meses. Para descongelar, coloque o arroz em uma panela, adicione três colheres (sopa) de água e deixe em banho-maria.
Se desejar substitua, como uvas passas por nozes ou castanhas picadas.

Microondas: Coloque em um refratário o óleo, a cebola, o arroz eo Caldo Maggi. Misture bem e leve ao microondas por 2 minutos, em potência alta. Retire-se do forno, junte a água e deixe por mais 15 minutos, potência alta. Incorpore uma maçã, como passas, a manteiga e deixe por mais 4 minutos, potência alta. Sirva imediatamente.

Calvice Masculina

A quase totalidade dos casos de calvície masculina é de origem genética e hormonal, sendo chamada de alopécia androgenética masculina ou calvície masculina. A calvície masculina pode-se iniciar logo após a puberdade, sendo mais evidente após os 25-30 anos.
A característica básica é o afinamento progressivo dos fios de cabelo na área acometida (entradas, topo e coroa) e cabelos normais nas áreas não afetadas (região lateral e posterior cabeça). Nos locais atingidos pela calvície os cabelos podem apresentar menor volume ou diminuição na velocidade de crescimento, ou ainda importante afinamento dos fios de cabelo (miniaturização do cabelo). O principal fator da calvície masculina é a presença do hormônio sexual masculino DHT (dihidrotestosterona) agindo sobre um cabelo geneticamente susceptível. O DHTcausa um lento e progressivo afinamento. Este processo de calvície ocorre somente nas áreas susceptíveis do couro cabeludo, poupando assim as laterais e a região posterior do couro cabeludo.
Outras doenças podem dar queda de cabelo sem se tratar de calvice, por exemplo: alopécia areata ou pelada (áreas ovaladas sem cabelo podem surgir em qualquer local do cabelo, barba, sobrancelhas ou até em outras partes do corpo), alguns tipos de micoses no couro cabeludo como a tinha do couro cabeludo (o fungo “quebra” a haste do cabelo originando áreas de cabelo muito curto), infecções bacterianas do couro cabeludo e doenças inflamatórias (como lupus, esclerodermia) que quando muito severas podem evoluir com cicatrizes, deixando áreas cicatriciaais sem crescimento de cabelo. Acidentes e queimaduras também podem deixar área cicatricial sem cabelo.
Importante: diagnóstico exige exame dermatológico criterioso para diferenciar entre todos esses quadros. Por isso não faça auto medicação sem conhecer a causa do seu problema.


Cuidados com os pés

Não basta, apenas, pedicure a visitar. É importante ter os cuidados diários com os Pés. Não só está um CONTRIBUIR para que fiquem impecáveis no Verão, quando E.U.A. sandálias, mas também um CONTRIBUIR para o seu bem-estar!
Eis alguns cuidados que DEVE ter em conta, todos os dias:

Lixe os pés

A pele dos pés é mais espessa e resistente do que a de outras áreas do corpo, por isso facilmente uma sola fica com calosidade e células mortas. Assim, para retirar o excesso de calosidade DEVE limar, semanalmente, a região dos calcanhares ea sola com uma lima própria para os pés ou com uma pedra-pomes. A melhor altura para limar os pés é depois do banho, já que a pele está mais mole.

Pés macios

Para amolecer a pele dos pés deixe-os de molho, durante dez minutos, em água morna com vinagre (para cada litro de água acrescente meio copo de vinagre). De seguida, Massageie os pés com óleo de amêndoas ou com um creme hidratante. Faça isto uma ou duas vezes por semana.
Esta também é uma boa altura para limar os pés e as unhas, mas antes de massagear os pés com o creme.

Unhas impecáveis

Corte as unhas de quinze em quinze dias, de preferência depois do banho. Use um alicate ou uma tesoura para as cortar. Também pode simplesmente apará-las com uma lima, sobretudo se for à pedicure regularmente. Não demasiado DEVE cortar unhas nem como deixa-las muito compridas. O fato de estarem muito compridas contribui para uma acumulação de sujidade e resíduos, e se as cortar demasiado pode correr o risco de lhe encravar uma unha.


Cuidado com a cutícula uma

Para ter umas unhas apresentáveis, o ideal é empurrar uma cutícula cuidadosamente com uma espátula própria. O excesso de pele pode ser removido com o alicate tem, mas de ter muito cuidado, pois pode correr o risco de ter uma inflamação. Se não Estiver habituada um Retirar o excesso de pele, depois de empurrar uma cutícula, o melhor é deixar esta tarefa para a pedicure.

Lave os pés

Lave os pés muito bem! Não basta deixar que escorra a água enquanto toma um banho. Deve passar com uma esponja entre os dedos. Depois do banho, é importante secar muito bem os pés, pois a umidade acumulada pode dar origem um micoses.

Protetor solar

Na praia, coloque protetor solar nos pés. Apesar de terem uma pele mais resistente, não Devem de forma alguma ser esquecidos. Além de Evitar que a pele fique ressequida, está Igualmente uma prevenir o cancro de pele.

Calos - O que fazer?


O uso de sapatos apertados, não arejados e de salto alto facilita o Aparecimento de calos. Estes Devem ser retirados por uma especialista. Mas, a calosidade que costuma aparecer na zona dos calcanhares e na sola dos pés não passa de uma reação natural da pele ao atrito causado pelo andar, pela má postura ou pelo uso de certo tipo de calçado. Para atenuar esta calosidade, deve limar os pés, corrigir a postura e usar calçado confortável. Se não fizer nada, a calosidade acumula, o que é pior.

Meningite

A meningite é uma doença que Consiste na inflamação das meninges - membranas que Envolvem o encéfalo ea medula espinhal. Ela pode ser causada, principalmente, por bactérias ou vírus. O quadro das meningites virais é mais leve e seus sintomas se assemelham aos da gripe e Resfriados. Entretanto, a bacteriana - causada principalmente pelos meningococos, pneumococos ou hemófilos - Geralmente é altamente contagiosa e grave, sendo a doença meningocócica a mais séria. Ela, causada pela Neisseria meningitidis, pode causar inflamação nas meninges e, também, infecção generalizada meningococcemia (). O Ser Humano é o único hospedeiro natural desta bactéria Cujas Seqüelas podem ser variadas: desde dificuldades não aprendizado até paralisia cerebral, passando por problemas como surdez.
A transmissão se dá pelo contato da saliva ou gotículas de saliva da pessoa doente com os órgãos respiratórios de um indivíduo saudável, levando uma bactéria para o sistema circulatório aproximadamente cinco dias após o contágio. Como crianças de até 6 anos de idade ainda não Têm seus sistemas imunológicos completamente consolidados, como elas são mais vulneraveis. Idosos e imunodeprimidos também fazem parte do grupo de maior suscetibilidade.

A doença chega a cerca de Matar em 10% e atinge 50% dos casos quando uma infecção atinge a corrente sanguínea e é este um dos motivos da Importância do tratamento médico. Febre alta, fortes dores de cabeça, vômitos, rigidez pescoço moleza não, Irritação, fraqueza e manchas vermelhas na pele - são de início semelhantes a picadas de mosquitos, mas Rapidamente Aumentam número de correio de tamanho, sendo indicio de que há uma grande quantidade de bactérias circulando pelo sangue - são alguns dos seus sintomas.


A doença meningocócica tem início repentino e evolução rápida, pode levar ao óbito em menos de 24 a 48 horas. Para retira a confirmação diagnóstica das meningites, da espinha-se um líquido, denominado líquido cefalorraquidiano, para identificar se há ou não algum patógeno e, se sim, identifica-lo. Em caso de meningite viral, o tratamento é o mesmo feito para as viroses em geral, caso seja meningite bacteriana, o uso de antibióticos específicos para uma espécie, administrados via endovenosa, será imprescindível.

Geralmente uma incidência da doença é maior em Países em Desenvolvimento, especialmente em áreas com grandes aglomerados populacionais. Tal constatação pode ser justificada pela precariedade dos serviços de Saúde e Condições de higiene e pela maior facilidade de propagação em locais fechados ou aglomerados. Por este último motivo é que, geralmente, é mais uma doença manifestada no inverno - quando tendemos a buscar refúgios em locais mais fechados para fugirmos do Frio.

Para a meningite, como vacinas mais utilizadas são um bivalente, um monovalente ea tetravalente, em menores de 2 anos. Entretanto, não existe ainda vacina para alguns sorotipos da doença.

Evitar o uso de Talheres e copos utilizados por outras pessoas ou mal lavados e ambientes abafados São formas de Diminuir as chances de se adquirir uma doença. Manter o sistema imunológico fortalecido CORRETAMENTE seguir orientações médicas e que, caso tenha tido contato com alguém acometido pela doença também são, medidas importantes.
 
E lembre-se: Nunca use remédios sem prescrição médica.

Descubra o que seus filhos andam assistindo.

Venha participar dia 13/12/09 as 19:30 hs

A estrutura de um sermão

Todo tipo de sermão, quer seja temático, textual, ou expositivo, precisa ser discursado de forma lógica e organizado. Este é o segredo para que os ouvintes entendam claramente. Portanto, é imprescindível que o orador tome muito cuidado com a estrutura do seu sermão. Sabemos que tudo precisa ter início, meio e fim. Com o sermão não é diferente.

Independente do tipo, ele deve ser estruturado com pelo menos quatro seções distintas: introdução, proposição, desenvolvimento e conclusão. Não se deve menosprezar a importância de nenhuma destas quatro partes. Vejamos por que:

I. INTRODUÇÃO

Desperta a atenção e simpatia dos ouvintes, mostrando a relação entre o texto e suas próprias vidas. Em sua elaboração procure responder à esta pergunta que estará na mente dos ouvintes: - O que este texto tem haver comigo, para que eu preste atenção nesta mensagem?



1. Importância da introdução:

a) Desperta a atenção
b) Ganha a simpatia

2. Características da boa introdução:

a) Está ligada ao tema
b) É interessante
c) É clara e simples
d) É breve e direta
e) Conduz à “proposição”

3. Erros a se evitar na introdução:

a) Ficar se desculpando
b) Prometer uma grande mensagem
c) Impressionar com palavras difíceis
d) Tentar ganhar a simpatia com piadas
e) Sobrecarregar a introdução com muitas informações
f) Antecipar algum ponto que será dito mais tarde, no desenvolvimento
g) Alongar-se

4. Tipos de introdução:

a) Introdução temática
b) Introdução textual
c) Introdução circunstancial
d) Introdução ilustrativa
e) Introdução questionadora

II. PROPOSIÇÃO (Tese, Idéia Central, Tópico Frasal)

A proposição é a tese, ou idéia central, a qual deverá ser comprovada nos pontos do desenvolvimento.
Em sua elaboração procure responder à esta pergunta que estará na mente dos ouvintes:
– Qual a finalidade desta mensagem?

A resposta é a proposição, que deve caber numa única frase. Por isso a proposição é também chamada de “tópico frasal”. Apesar de a proposição caber numa única frase, não deve ser menosprezada. A sua maior importância está no fato de que toda a mensagem depende dela e gira ao seu redor.

1. Importância da Proposição:

a) É o fundamento de toda estrutura do sermão
b) Mantém a unidade do sermão
c) Revela o propósito da mensagem
d) Ajuda a fixar o tema na mente dos ouvintes
e) Cria expectativa

2. Característica da boa proposição:

a) Revela a idéia central do texto
b) Expressa uma verdade
c) Apresenta algo que será meditado no desenvolvimento
d) É uma afirmação específica
e) É uma declaração positiva
f) Cabe numa única frase

3. Erros a se evitar na proposição:

a) Criar expectativas que não serão satisfeitas no sermão
b) Antecipar os pontos de desenvolvimento

4. Tipos de proposição

A proposição pode ser:

a) Uma verdade que será provada
b) Um problema que será solucionado
c) Uma necessidade que será satisfeita
d) Um questionamento que será respondido

III. DESENVOLVIMENTO (Divisões, Corpo)

Visa comprovar a tese apresentada na proposição. O desenvolvimento é conhecido também como corpo do sermão. Este corpo é organizado em pontos, também chamados de divisões.

Em sua elaboração procure responder à esta pergunta que estará na mente dos ouvintes.

1. Importância do desenvolvimento:

a) Visa solucionar a proposição
b) Cria uma seqüência lógica para assimilação da verdade

2. Características de um bom desenvolvimento:

a) É organizado em pontos (Geralmente numerados com algarismos romanos: I, II, III)
b) Todos os pontos originam-se da proposição
c) Os pontos podem dividir-se em sub-pontos (Geralmente numerados assim: 1.1, 1.2 )
d) Cada ponto deve ser uma frase curta e clara
e) Se houver pontos positivos e negativos, os negativos devem vir primeiro
f) Os pontos mais fracos vem antes dos mais fortes

3. Erros a se evitar no desenvolvimento:

a) Exagerar no número de pontos
b) Exagerar na quantidade de sub-pontos
c) Inserir pontos irrelevantes à proposição

IV. CONCLUSÃO (Peroração)

Visa principalmente convencer os ouvintes a tomar uma decisão ou posicionamento favorável à mensagem. Em sua elaboração procure responder à esta pergunta que estará na mente dos ouvintes: – Por que é importante que eu mude a forma de pensar ou agir?

1. Importância da conclusão:

a) Mostra que a mensagem atingiu seu objetivo
b) Leva os ouvintes à tomar uma atitude

2. Características de uma boa conclusão:

a) Encerra o assunto
b) Reforça a aplicação da mensagem
c) Enfatiza o positivo e não o negativo
d) Incentiva o ouvinte a tomar a decisão certa
e) Fala de forma direta e pessoal (segunda pessoa do singular, usando-se o “você”)
f) É simples e objetiva
g) É, geralmente, breve
h) Procura alcançar todos os grupos presentes

3. Erros a se evitar na conclusão:

a) Explicar os pontos novamente (eles podem ser relembrados, e não explicados de novo)
b) Incluir novas idéias
c) Concluir friamente
d) Terminar abruptamente
e) Dizer algo engraçado (isto pode ser útil no desenvolvimento, jamais na conclusão)
f) Alongar-se

4. Elementos que podem ser usados na conclusão:

a) Recapitulação resumida dos pontos
b) Uma breve ilustração

Resumindo, a estrutura do sermão pode ser definida assim:

Na introdução atraímos a atenção do ouvinte, na proposição apresentamos uma verdade, no desenvolvimento esmiuçamos esta verdade e na conclusão incentivamos o ouvinte a tomar a atitude certa.

Fonte: http://reginaldorocha.com/?p=295

Seu ministério é Pastoral? Então saiba os 10 “NUNCA” de um pastor segundo o coração de Deus.

Postado por osmarvg em 11/17/09 • Na categoria Devocional, OPBB

1. Nunca "pesque EM AQUÁRIO" DOS OUTROS

Tenho visto muitos pastores "pescando em aquários", convidando membros de outras comunidades para se tornarem membros de sua igreja. Eticamente isso é um grande erro, pois além de causar problemas de relacionamentos com seus colegas pastores, produzirá também questões de relacionamento entre as igrejas.

Por outro lado, a Palavra de Deus nos adverte um não abandonar nossa congregação (Hebreus 10:25), e quando você convida alguém para fazer isso e se filiar á sua igreja, estará indo contra a bíblia.

Cuidado! Será que não há outras pessoas mais necessitadas do que os irmãos de outras igrejas para convidar você?

2. NUNCA TOME PARTIDO NUMA QUESTÃO SEM OUVIR OS DOIS LADOS

Esse é um problema delicado, lamentavelmente tenho visto pastores se Enredando Ministeriais em questões, porque, ao ouvirem uma facção da Igreja que Apresente uma causa, já Tomam partido logo em defesa deste lado, sem ouvir o outro. Isso infelizmente INJUSTIÇAS e pode trazer problemas de relacionamento. Entretanto, julgue a luz da Bíblia, ouça os dois lados, minério e Dependente do Espírito Santo, para direcionar a questão.

3. NUNCA DEIXE DE Pregar A PALAVRA DE DEUS COM MEDO DE ofender AS PESSOAS

Alguns companheiros não falam sobre assuntos COM DETERMINADOS medo de ofender as pessoas. Isso é pecado! Há pastores que não falam sobre dízimo e ofertas, com medo de o povo sair da igreja. Pessoalmente, eu prefiro que os avarentos saiam da igreja, parte por não terem nenhum enguias reino de Deus. (Efésios 5,5) ..

Lembre-se, sempre pergunte-se: "Devo agradar á Deus ou aos Homens?"

4. NUNCA USE O PULPITO PARA ATACAR PESSOAS OU DESCARREGAR SUAS ansiedades E Preocupações PESSOAIS

O púlpito da igreja é um lugar especial e reservado para uma pregação e ensino da Palavra de Deus. O uso do púlpito para "indiretinhas e piadinhas" para uso pessoal também é pecado. Quantos saem frustrados da igreja e magoados por conversar uma coisa com o pastor ou alguém do corpo ministerial e isso vira o tema do Sermão da Noite de domingo, principalmente o imaturo, novo convertido.

5. NUNCA PEÇA DINHEIRO EMPRESTADO

"O que toma emprestado é servo do que empresta" (PV. 22,7)

O pastor precisa estar com sua mente livre de Preocupações. Pregar terrível é com ansiedade, sabendo que naquela semana há uma conta para pagar. Alguns pegam dinheiro da igreja com a idéia de que depois vão rel.

Pastor, nunca faça tal coisa! Isso abre uma brecha para os ataques do inimigo, que PODERÁ usar uma situação como essa para destruir seu ministério. O diabo é especialista nisso, ele pode usar uma situação de Envolvimento financeiro para acusar o pastor e deixa-lo sem Autoridade Espiritual.

Cuidado! Lembre-se disso: "Nunca dê o passo maior do que as pernas"

6. NUNCA substime O MINISTÉRIO ANTERIOR AO SEU

Existem alguns assumirem pastores, ao que uma liderança de uma igreja, tem uma tendência de mudar tudo. Desrespeitam uma histeria eo ministério anterior da Igreja. Sempre jogam nos a culpa antecessores, falando mal da administração, da visão, do jeito de trabalhar do outro, etc Lembre-se de que um dia também ser PODERÁ Substituído e que o que está fazendo agora, PODERÁ ser melhorado pelo seus SUCESSORES.

Perfeição, só no céu!

7. NUNCA Manuseie FINANÇAS DA IGREJA

O pastor nunca DEVE tocar nas finanças da igreja. Deixe que o tesoureiro cuide disso e que uma comissão de exame de contas sempre Apresente o relatório. Nesse delicado assunto, nunca o pastor própria DEVE legislar em causa. Você PODERÁ compartilhar com a diretoria da Igreja suas Necessidades ou dificuldades financeiras, eles Mas deixe que tomem as Decisões sobre seu Benefícios e salário.

8. NUNCA FAÇA CAMPANHAS PARA ARRUMAR CASAMENTO

Há muitas pessoas que não respeitam uma situação do solteiro e ficam pressionando para que ele arrume um casamento. Já ouvi de alguns casamentos frustrados, "arranjados" por pastores. O pastor DEVE saber que Deus o cobrará se isso acontecer. Saiba que Deus tem a pessoa certa, na hora certa, se esta for uma vontade Dele, e não a sua.

9. NUNCA ESQUEÇA DE SUA FAMÍLIA

A primeira Prioridade do ministro é a sua própria família, que inclui esposa e filhos. O apóstolo Paulo diz que o pastor ", DEVE governar um sua casa criando seus filhos sob disciplina, com todo respeito" (I Tm. 3,4).

No versículo seguinte, escritor, inclusive o que diz aquele que não governar sua casa está desqualificado para o ministério. Quantos infelizmente querem ensinar e pregar para uma igreja e Não podem, até fazem, mas será que dá certo? Alguém o obedece?

Como isso pode acontecer se os de sua casa não estão nem aí? E vice e versa.

10. NUNCA SE ISOLE NO MINISTÉRIO

É muito importante ter amigos para compartilhar as lutas e tribulações. Tenho visto líderes caírem em pecado por muitos Serem independentes. A bíblia diz "Levai as cargas uns dos outros" (Gl. 6,2)

Como pastores e líderes, precisamos de companheiros com que possamos abrir nossos corações, orarmos juntos, nos exortarmo-e edificarmo-nos mutuamente.

Pastor busque alguém que você sabe que leva Deus a Sério eo convide para ser seu companheiro!

Fonte: Pr. Diego - http://www.batistascuritiba.org.br/os-dez-nunca-de-um-pastor-segundo-o-coracao-de-deus/

DEUS É MAIOR - XANDDY E JAMILY

"Ele tem a chave do poder"

Deus é maior - Flavinho

12 PASSOS PARA UM CASAMENTO FELIZ

Passo 01 - Nunca deixe Deus de fora do casamento;

Passo 02 - Nunca fale de seu cônjuge;

Passo 03 –Nunca chame a atenção de seu cônjuge na frente dos outros;

Passo 04 – Nunca levante a voz;

Passo 05 – Nunca trate de assuntos conflitantes diante das crianças;

Passo 06 - Nunca diga: Nunca!;

Passo 07 - Nunca tenha reservas de 100% de você;

Passo 08 – Nunca deixe de ser você;

Passo 09 – Nunca deixe o lazer de lado;

Passo 10 - Nunca use o sexo como uma arma;

Passo 11 – Nunca ceda à rotina;

Passo 12 – Nunca deixe de ouvir a sua esposa (o);

"Se o Senhor não edificar a casa, em vão trabalham os que a edificam; se o Senhor não guardar a cidade, em vão vigia a sentinela.

Inútil vos será levantar de madrugada, repousar tarde, comer o pão das dores, pois ele supre aos seus amados enquanto dormem.” Salmos 127:1-2



Fonte: http://blogs.abril.com.br/minstrandobencaos/2009/04/passos-para-um-casamento-feliz.html

Conheça o rosto de Jesus, segundo a imagem do Santo Sudário

O Santo Sudário é o pano de linho puro, que teria Sido utilizado para envolver o corpo de Jesus Cristo após sua crucificação, antes que este tenha Sido levado ao Santo Sepulcro. Mede 4 metros e 36 centímetros de comprimento por 1 metro e 10 centímetros de largura. Encontra-se hoje na cidade de Turim, na Itália. Não com tecido encontramos manchas de sangue humano, as marcas do flagelo e superdotado sofridos por Jesus de Nazaré. Para alguns estudiosos, esse pano seria a maior prova da Existência de Cristo e fazer Sofreu que este.

Em 1898, o fotógrafo Secondo Pia fotografou, pela primeira vez, o Santo Sudário. E desta forma, o grande segredo do mesmo teria Sido revelado: o Aparecimento da imagem de um corpo humano. Assim, Pia teria Sido o primeiro homem a contemplar a figura de Jesus Cristo depois de dezenove séculos.

Já com recursos mais aprimorados, em 1931, o Santo Sudário voltou a ser fotografado por Giuseppe ENRIE. Pode-se estudar então os ferimentos do corpo de Cristo impressos não tecido. Entretanto, algo de muito curioso ocorreu. Ao ser revelada a fotografia, apareceu nenhum negativo a figura de um homem de frente e de costas.

A imagem que você vê acima foi a primeira inversão negativo-positivo de uma fotografia do Sudário. As manchas de sangue são observadas Claramente na chapa. Tem-se a impressão de que as marcas foram feitas por contato direto.

Para os religiosos, o mais importante desse estudo é a revelação não somente da forma, mas da expressão de Cristo, que seria o conteúdo da foto espiritual. "O rosto semita, apesar das Chagas, tem um ar de majestade serena e uma expressão de dever cumprido", acredita o cirurgião Dr. José Humberto Cardoso Resende, autor de três livros sobre o tema, que mantém o site http://www . santo.sudario.nom.br, de onde retiramos estas informações.

Segundo José Humberto, a partir dos estudos do Santo Sudário, teria Sido Possível esclarecer com exatidão Quais foram os tipos de torturas sofridas por Jesus, e estas marcas que Deixaram em seu corpo.
A foto acima ilustra as marcas das chicotadas nas costas de Jesus, que teria recebido mais de cem chicotadas, mesmo sendo uma lei limitada a trinta e nove chicotadas apenas. A agressão foi praticada antes de Jesus ser encaminhado para uma cruz, e deixou cortes profundos por todo o seu corpo.

A coroa de espinhos teria Sido feita com uma planta do tipo "Zizifus Spina", da Família e das ramináceas enterrada na cabeça de Jesus por pauladas. Mais de 70 espinhos perfuraram-lhe a cabeça, provocando SÉRIOS hematomas e sangramentos.

Jesus Carregou o patíbulo (tronco horizontal da Cruz), sobre os ombros. No Calvário, deitaram-no no chão sobre a Madeira e O pregaram com cravos nas mãos. Estes perfuraram o carpo, uma das três partes que compoem a mão, Penetrando no espaço de "destot". Não houve fratura de osso nenhum.

Um único cravo grande perfurou os dois pés de Jesus e atingiu um madeira, chamada de Clube (tronco vertical da cruz). No Santo Sudário, uma suposta imagem de Jesus mostra, pela rigidez cadavérica, um pé sobre o outro.

O cravo passou entre o segundo eo terceiro metatarso.

Após ter morrido Jesus, para certificar-se de Sua morte, um soldado desferiu um golpe de lança, que transpassou-lhe o lado direito do corpo, atingindo o coração. Da ferida escorreu Sangue e Água (João 19:31-34). A lança teria perfurado vários órgãos, deixando uma ferida de aproximadamente 5 centímetros na pele de Jesus, como você pode imaginar pela simulação ao lado.

Para mais informações sobre o tema, acesse o site: http://www.santo.sudario.nom.br/


Propósito de Oração

Propósito de Oração
Se você tiver algum pedido de oração entre em contato conosco e incluiremos na próxima edição seu pedido. Contato (34)3210-8159 e (34)9187-3489 ou email djerceo@gmail.com ou no nossos blogs www.igrejadanovaalianca.blogspot.com e www.igrejadanovaalianca-mvc.blogspot.com

Sua opinião vale ouro para nós

Bem vindos ao nosso cantinho!
Sua visita é muito importante para nós, por isso, te pedimos que divulgue-nos indicando ao blog e as nossas matérias aos seus amigos.
E para a melhoria dele contamos com sua opinião no cantinho de recados, expondo sua opinião sobre o blog e o que quer ver Sua opinião é importantíssima por isso contamos com você.

OBRIGADA

COORDENAÇÃO DO BLOG